Voluntariado

O voluntariado é um conjunto de ações de interesse social e comunitárias, realizadas de forma gratuita, que estão integradas em projetos e programas de intervenção ao serviço dos indíviduos, das famílias e das comunidades.

São várias as pessoas que disponibilizam  parte do seu tempo, de forma livre e responsável, para ajudar quem mais precisa, prestando serviços não remunerados em benifício da comunidade.

Inicialmente, um voluntário deve ter acesso a programas de formação, com o objetivo de aperfeiçoar o seu trabalho. O voluntário deve apenas desenvolver um trabalho de acordo com os seus conhecimento, experiências e motivações, devendo por isso estabelecer com a entidade que colabora um programa de voluntariado, onde deve indicar o trabalho a desenvolver e o período de duração do mesmo.

É também importante que o voluntário seja bem recebido pelos funcionários da instituição para que não exista um mau ambiente no local de trabalho. O voluntário deve ainda participar nas decisões que dizem respeito ao seu trabalho e ser reconhecido pelo trabalho que desenvolve. 

Um voluntário tem também de obedecer a vários princípios, nomeadamente, ao da solidariedade, da participação, da cooperação, da complementariedade, da gratuitidade, da responsabilidade e da convergência.

O trabalho de um voluntariado não é uma obrigação mas uma experiência que qualquer jovem ou adulto pode realizar, independentemente do seu nível de escolaridade ou estatuto social. O que é necessário é ter uma motivação solidária, o desejo de ajudar o próximo e o prazer de sentir-se útil.

O voluntário é uma pessoa criativa, decidida e solidária, que ao identificar problemas, arregaça as mangas e age da melhor forma possível para ajudar a pessoa ou a institução em causa, que pode ser um vizinho, um amigo, um colega de trabalho, ou um centro de saúde, um hospital ou um lar da terceira idade.

Cada voluntariado contribui consoante as suas possibilidades e com o que sabe fazer. Alguns têm mais tempo livre que outros e sabem exatamente onde e com quem trabalhar, mas o mais importante é ajudar onde a necessidade for mais urgente.

 

 

Voluntários no Lar de Santa Maria Madalena

 

Os voluntários do Lar de Idosos da Santa Casa da Misericórdia da Madalena esperam que através do seu carinho, amor, alegria e ajuda, consigam tornar o dia dos idosos mais agradável, bonito e encantador.

Na Santa Casa da Misericórdia, os voluntários conversam com os idosos, onde escutam e partilham histórias de vida, transmitindo-lhes uma sensação de bem-estar, de carinho e de compreensão. Muitas vezes, os idosos só precisam de uma palavra amiga para que o dia fique mais colorido. E é isso que os nossos voluntários fazem, distribuem felicidade.

Os voluntários ajudam também na distribuição dos lanches e ajudam aqueles que não conseguem comer com a sua mão. Depois do lanche os voluntários disponibilizam mais um pouco do seu tempo e rezam, todos os dias, o terço com os idosos.

As pessoas voluntárias num lar de idosos, ao longo dos dias, vão vivendo experiências e ganhando recordações, que esperam conseguir transmitir mais tarde a algum voluntário ou cidadão em geral.