Mensagem do Provedor

É com muito orgulho e satisfação que assumo novamente as funções de Provedor da Santa Casa da Misericórdia da Madalena por mais um mandato. Aceitei este cargo com a consciência tranquila de que vão ser 4 anos de muitos desafios e de muito trabalho, mas onde a nossa prioridade é sempre o total interesse da instituição, das valências e sobretudo, dos nossos clientes.

Garanto que esses desafios, que estão presentes nos órgãos da Mesa Administrativa, vão ser totalmente superados o mais rapidamente possível, para que consigamos construír, cada vez mais, uma instituição de caráter social para o bem de todos os nossos clientes.

Enquanto instituição de cárater social, a nossa função principal, é praticar a solidariedade a todos aqueles que precisam. E embora tenhamos acordos de prestação de serviços com os nossos clientes, com o Governo Regional e com outras entidades, continuamos a prestar um serviço social aos cidadãos e à sociedade do Concelho da Madalena e da Ilha do Pico.

Temos também de nos mentalizar e interiorizar qual é a nossa função no nosso serviço. Devemos refletir sobre o que podemos fazer para praticar a solidariedade aos nossos clientes, porque são pessoas com necessidades e que precisam do nosso auxílio, do nosso trabalho, do nosso carinho e do nosso conforto. Porque muitas vezes um sorisso é suficiente para que eles se sintam bem e protegidos. E só assim conseguimos também chegar ao fim do nosso dia de trabalho com a consciência limpa de um trabalho realizado.

E para que tenhamos sempre bons profissionais, vamos apostar, neste mandato, na área da formação. É necessária muita formação para trabalhar em qualquer uma das valências da Santa Casa da Misericórdia da Madalena. Infelizmente, no último mandato não tivemos disponibilidade financeira para apostar na formação, mas nestes quatro anos vamos entrar num quadro comunitário que nos vai disponibilizar verbas, especialmente para a área da formação.

É com um espírito gerador de envolvências, e com uma forte vontade e determinação que, todos os membros eleitos para os órgãos sociais garantem que vão estar sempre disponíveis para encontrar as soluções adequadas e necessárias para todos os problemas que possam surgir, embora não possamos menosprezar as condições da instituição, que são cada vez mais exigentes e exíguas, e que se vão evidenciando na realidade do período que atravessamos.

Neste mandato, as nossas principais prioridades assentam no aprofundamento das relações com as famílias dos nossos clientes, bem como na aposta da qualidade dos serviços prestados aos nossos clientes. Proporcionar um bom relacionamento entre os colaboradores de forma a melhorar a comunicação e a reforçar a qualidade dos nossos produtos e equipamentos, são também dois aspetos fundamentais para o bom funcionamento da instituição.

A Misericórdia da Madalena, tem na sociedade em que está inserida um papel fundamental no apoio à criança, com o Centro de Apoio à Criança e Centro Ocupacional, no apoio aos portadores de deficiência, com o Centro de Atividades Ocupacionais, e no apoio aos idosos, com o Lar Santa Maria Madalena e com o Centro de Dia e o Serviço de Apoio Domiciliário aos idosos do Concelho da Madalena. Apoio este que tem como objetivo, não só proporcionar uma boa qualidade de vida, mas também o dever de estar atento a todos os problemas que se colocam no dia a dia no concelho, na Ilha e na Região. 

Que Deus nos ilumine e ajude!

O Provedor
José António Amaral