Mensagem do Provedor

Ao assumir as funções de Provedor da Santa Casa da Misericórdia da Madalena no passado dia 02 de Janeiro de 2012, filo com a consciência do trabalho e da responsabilidade do que é conduzir os destinos de uma instituição que tem como objectivo praticar a solidariedade daqueles que mais necessitam. Embora já tenha pertencido à Mesa administrativa, não posso deixar de sentir um certo constrangimento por suceder a um amigo de escola e que ocupou este cargo durante 21 anos e ao mesmo tempo manifestar a vontade de dar seguimento à obra que ele tão abnegadamente edificou e geriu.

É com um espírito gerador de envolvências, criador de motivações e animado por uma forte vontade e determinação, que pretendemos trazer valor acrescentado a este grande colectivo que é a Santa Casa da Misericórdia da Madalena. Acreditamos na nossa imaginação e capacidades para arranjar as soluções adequadas, embora não possamos menosprezar as condições, cada vez mais exigentes e exíguas, que se vão evidenciando na realidade do período que atravessamos.

Nas vastas problemáticas com que nos deparamos temos de estabelecer hierarquias e, como tal, as nossas prioridades para o decurso deste mandato assenta no aprofundar as relações com as famílias, apostar na qualidade dos serviços a prestar aos utentes, melhorar o relacionamento entre os diversos colaboradores tornando mais eficaz a comunicação. Proporcionar uma alimentação mais adequada, reforçar a qualidade dos produtos e consumíveis, bem como dos equipamentos de apoio.

A Misericórdia da Madalena tem na sociedade que está inserida um papel fundamental de apoio à infância, aos deficientes e aos idosos uma acção de fazer o bem e estar atenta aos problemas que se colocam no dia-a-dia no concelho, na ilha e na Região. Esta instituição é repartida por várias valências que passo a indicar:

Lar de idosos, Centro de Dia, Apoio ao Domicílio, Creche Jardim de Infância e ATL, Centro de Atividades Ocupacionais, Universidade Sénior, e ainda possui um Centro de Fisioterapia e Ginásio.

Que Deus nos ilumine e ajude!

O Provedor
José António Amaral